AFAPUC repudia demissões de funcionários administrativos na PUC-SP

 

Mais uma vez os funcionários administrativos da PUC-SP são atingidos violentamente com demissões autoritárias.  No início do ano, em uma época de desmobilização da universidade, através de uma comunicação sumária aos trabalhadores, a PUC-SP demitiu cerca de 40 funcionários. Segundo a Divisão de Recursos Humanos, DRH, as demissões em parte, obedeciam à vontade manifestada por alguns funcionários de se desligarem da instituição. Porém outra parte destes desligamentos foi feita em virtude da crise financeira da instituição.

As demissões, que mais uma vez foram chamadas de “pontuais” pela instituição, demonstram  a falência de um modelo de gestão universitária que tem  sua sobrevivência quase que exclusiva através de mensalidades de alunos,  que hoje alcançam preços exorbitantes e inviabilizam a existência de muitos cursos fundamentais à instituição.

Por outro lado a saída “espontânea”  de alguns funcionários também revela a falta de perspectiva desses trabalhadores em dedicarem seus esforços a  uma instituição que há algum tempo deixou de lado sua vocação de uma universidade questionadora  dos modelos da sociedade vigente, para aderir pura e simplesmente aos valores de mercado.

Essa demissão vem se somar à truculenta dispensa de professores ocorrida em novembro passado. Funcionários e professores  que durante longos anos vestiram com orgulho a camisa da PUC-SP hoje são descartados pela direção da universidade deixando uma sobrecarga de trabalho aos colegas que sobreviveram à degola. Ou então, quando forem substituídos, serão por trabalhadores com salários bem mais baixos do que aqueles que os demitidos recebiam.

Por tudo isso a Associação dos Funcionários Administrativos da PUC-SP, AFAPUC, vem a público repudiar essa forma de conduzir uma instituição de ensino, que se diz católica, mas comete verdadeiras barbáries contra profissionais que por anos   demonstraram sua dedicação a esta universidade.

 

Diretoria da AFAPUC

Não às demissões de funcionários da PUC-SP!

 

A Associação dos Professores da PUC-SP vem manifestar a sua solidariedade aos funcionários administrativos da PUC-SP atingidos por mais uma truculenta demissão neste início de ano .  Há poucos dias os professores da PUC-SP sofreram com o desligamento de mais de cinquenta colegas, agora são os funcionários que lutam contra a barbárie de mais uma demissão em massa, que a direção da universidade prefere chamar de “pontual”.

A atitude mais uma vez reforça a opção mercantilista adotada pela universidade. Seguindo o mesmo caminho da Volkswagem que desligou 800 trabalhadores, a PUC-SP opta por fazer com que o ônus da crise recaia unicamente sobre os funcionários e professores.

A APROPUC repudia essa medida unilateral que ataca a dignidade de seus trabalhadores e faz com que cada vez mais esta universidade se distancie do seu ideal transformador e privilegie unicamente  o aspecto financeiro.

 

Não às demissões!

Pela dignidade profissional dos trabalhadores da PUC-SP!

 

Diretoria da APROPUC